terça-feira, 19 de agosto de 2008

JOÃO - Reintrodução de Animais Selvagens / Silvestres

Boa tarde, gente bonita!

Hoje resolvi falar de um tema que gera bastante dúvida, polêmica e claro, confusão; reintrodução de animais selvagens. Muita gente acha que reintroduzir um animal na natureza é simplesmente soltá-lo em uma mata qualquer. Esse tipo de ação além de fazer mal ao animal que está sendo solto, pode arruinar todo o ecossistema da região.

O primeiro exemplo que vou dar é de dois saguis. Eu tava sem nada pra fazer e resolvi viajar pra São José dos Campos. Parei para descansar em lugar bem tranquilo com bastante árvore. Quando cheguei mais perto percebi que algo estranho acontecia e que aquele lugar arborizado se tratava de um mini zoológico.

Cheguei mais perto e percebi que dois saguis estavam sendo agredidos por um grupo grande de saguis, um deles chegou a pular no lago de tanto desespero e foi resgatado pelo pessoal do zôo, o outro sagui, fugiu. Curioso por saber o que estava acontecendo, fiquei ouvindo a conversa e descobri o que aconteceu:

Uma pessoa tinha dois saguis da região da Bahia e estava criando eles em casa até que um deles mordeu a esposa dessa pessoa. Diante desse problema ele não pensou duas vezes, decidiu soltar os saguis no zológico, local que era bem arborizado e que tinha outros saguis daquela região (soltos).


Resultado: logo que ele soltou os saguis (sem que o pessoal do zoológico soubesse), o bando sentindo a ameaça de dois indivíduos estranhos ao grupo resolveram expulsá-los e agredi-los. Com isso, um deles quase morreu afogado e o outro sumiu.
Curioso para saber o que poderia ter acontecido com o outro sagui, fiquei na cidade por um tempo..... uma semana depois o sagui que tinha desaparecido foi encontrado, mas com o braço fraturado e muito debilitado.

O pessoal do zôo o levou para exames de raio-x (lá na clínica do veterinário da Nina) que constatou além da fratura no braço, duas fraturas antigas nas pernas e descalcificação do osso. Essa fraqueza do osso foi provavelmente originada de uma alimentação inadequada enquanto estava em cativeiro.

Concluindo esse caso, posso dizer que vejo pelo menos 3 erros sérios:


1- Comprar / Capturar animais silvestres de vida livre;
2- Ter um animal e não saber sequer suas necessidades mínimas;(como alimentação)
3- Soltar o animal sem se importar com as consequências desse ato que geralmente são desastrosos.

Agora vou comentar sobre um caso que vi quando estive na praia. Dessa vez todo procedimento foi corretíssimo, apesar de parecer triste.
Um grupo de pinguins se perdeu do seu bando e foram parar em praias do litoral norte de São Paulo. O pessoal do projeto Tamar conseguiu resgatá-los e conseguiu tratar de suas feridas e repor suas energias.


Quando estavam recuperados a imprensa noticiou que eles não iriam ser soltos novamente e que teriam que ficar em zoológicos. A população não gostou da idéia porque para eles os animais deveriam ser reintroduzidos já que estavam bem.

Foi nesse momento que a veterinária e a bióloga do projeto explicaram o porquê deles terem que ficar em cativeiro Elas disseram que na natureza o fato deles terem se perdido do grupo significa que eles eram os mais fracos (inclusive geneticamente falando). Como eles foram resgatados e foram muito bem tratados, poderiam estar mais fortes do que os da natureza (que gastam muito mais energia para sobreviver), se eles fossem soltos novamente, eles disputariam a comida e as fêmeas desses animais mais fortes e assim o homem estaria influenciando diretamente na seleção natural dessa espécie.

Muita gente discordou dessa explicação, mas quem discordou não pensou nas consequências desastrosas que isso poderia gerar daqui a algum tempo.
Imagine se esses pinguins geneticamente mais fracos (mas agora mais fortes por causa do tratamento que receberam) fossem soltos e por estarem mais fortes conseguissem acasalar com as fêmeas do grupo, os seu descendentes ganhariam uma carga genética mais fraca e isso poderia gerar pinguins mais fracos..... animais mais fracos na natureza significam extinção da espécie!

Nesse caso então, parabéns aos que tomaram essa decisão que apesar de ter uma imagem desagradável perante a socedade, salvou milhares de pinguins (não é exagero, milhares podem ter sido salvos por esse gesto tão simples, mas corajoso).

É isso minha gente, lembrem-se que a reintrodução de animais não pode ser feita de qualquer forma... infelizmente vejo m programas de TV casos de animais sendo reintroduzidos, mas não adianta fazer isso sem monitorar esses animais e as consequências desses atos.

Sem dúvida o mais importante não é reintroduzir os animais, o mais importante é parar o comércio de animais ilegais e tratar da melhor maneira possível os que já estão em cativeiro.

Arrulhos a todos!

Um comentário:

Dalila disse...

Muito boa colocação!
Parabéns!

BEM VINDOS!!!

Esse blog é um diário de animais e pessoas! Alguns animais falarão do seu dia a dia, outros de experiências boas ou ruins.Ou seja, sinta como os animais vislumbram esse mundo louco e maravilhoso em que vivemos.
Aproveitem, divirtam-se e fiquem à vontade para comentários, sugestões e críticas.

Clique no nosso título e veja a postagem atual!