quinta-feira, 11 de setembro de 2008

NINA-----ADOÇAR A VIDA

Minha mãe foi visitar uma amiga: a Diana. A Diana não tem filhos-humanos, porém ela tem muitos filhos-bichos.

Daí que ela nem se importa quando minha mãe me leva na casa dela. Tem gente que acha que só porque eu sou cadela, eu vou sujar a casa toda. Dá licença! Eu sou bem educadinha, viu?

Minha mãe antes de ir pra casa da Diana, estava conversando comigo no carro. (Sua mãe também conversa com você?) Ela dizia que as pessoas pensam que adotar crianças-humanas é um ato de caridade. Mas não é, porque a minha mãe é dessas pessoas que acredita que são as crianças que escolhem os pais. Mesmo aquelas que estão no céu e vêm parar como um passe de mágica na barriga da mulher.

Chegamos na casa da Diana e ela é super carinhosa com a gente. Já fui me acomodando perto da minha mãe, porque a Diana tem gatos. Gatos são curiosos e não sei porque cismam com meu rabo. Fico com medo (ai, que vergonha!) e sei que a minha mãe me protege.

Reparei que entre outros gatos, havia um diferente. Fui lá falar com ele:

"
-Oi, meu nome é Nina! Como você se chama, gatinho laranja?

-Gatinho, o ¨&$¨%iuy&!!!!! Sou uma gata e meu nome é Laranja!

-Desculpa, dona Laranja! É que eu não vi a sua "coisinha" por isso presumi que você fosse menino......

-Porque você é machista! Estou cansada desse mundo machista!

(percebi que ela era um tanto quanto mal-humorada)

-Tudo bem, desculpa mais uma vez. Me diz uma coisa: como é que você veio morar aqui? Porque bebê você não é mais!

-......E ainda me chama de velha, essa cadela-machista! Tudo bem, vou te contar e depois você vai brincar com outra criatura, 'tá?

-'Tá!

-Eu morava em uma casa, maior bonita e com donos que diziam me amar. Venderam a casa e ficamos sabendo que no lugar iriam construir um supermercado desses grandões. Meus pais até íam me levar com eles, mas veio uma velha muito da coroca e disse que 'Gato se apega à casa e não ao dono!'. A infeliz nunca foi gato pra saber e já estava dando opinião....... Bom, meus pais foram embora e me deixaram pra trás. O sobrado onde eu morava foi demolido junto com os sobrados vizinhos e fiquei morando nos destroços junto com os pedreiros da obra. Tentaram até me alimentar mas eu estava tão triste porque a minha família me abandonou, que nem queria saber de comer....

-Ai, que triste!

-Shiu!!!! Ainda 'tô falando! Bom, daí um dia passou a Diana pela rua e achou estranho uma gata tão bonita, quietinha e mansa estar entre os destroços. Os pedreiros contaram a minha história pra ela e ela decidiu me adotar. Aqui estou eu!

-Adoção...... minha mãe vinha falando disso comigo no carro. A senhora sabia que...

-Opa, opa, opa! O combinado é que eu ía contar minha história e você ía me deixar dormir, né?!

-Tudo bem..... posso dar uma lambida na senhora, como carinho, antes de eu ir embora?^

-Olha a minha cara e você já vai saber a resposta:

(Laranja, mostrando todo seu desprezo pela nossa conversa)

-Tudo bem, tchau!"


Voltei pras perninhas da minha mãe e escutei a Diana falando com a minha mãe:

-"Sabe, eu concordo com você sobre o fato que adotar não é fazer caridade.

(daí veio a frase mais linda que eu já ouvi sobre adotar alguém/bicho)

-Adotar, pra mim, é como adoçar a vida. Já reparou como a palavra
ADOÇÃO é parecida com ADOÇAR?


(nessa hora, uma lágrima caiu dos olhos da minha mãe.... )

-Desde que a Laranja chegou em casa, eu sinto que esta casa ficou muito mais "açucarada". Ela ADOÇOU a minha vida."

Gente, tia Diana tem toda a razão. Adoção, adoça mesmo a vida.....

Mas a Laranja, é muito amarguinha, não?!

Só tia Diana pra gostar dela. Também, coraçãozão tão grande, carinhoso e lindo.......


Lambidas carinhosas pra todos vocês!

6 comentários:

Mim disse...

achei lindo e chorei também! querida tia Diana que ama os animais que nem nós, né? bjus!

Nina, João e Juca disse...

Obrigada, amiga pela postagem que nos fez referência:

http://aboutblackcat.blogspot.com/2008/09/olha-que.html

Qualquer dia nós colocamos fotos dos seus filhos aqui pra todos saberem o quanto eles são lindos.

Lambidonas!

Diego Aurélio disse...

Que gracinha!!! =^..^=

Ale disse...

Meuuu Deus... Que blog mais lindo mais amado mais tudoooo de bommmm!!!!! eu que amooo animais e sou doente pelos mesmos rsrsrsrs adorei vir aqui e irei add vc com certeza... ri muito com seu post e me comovi tb.... apareça em meu blog!!!!! Lindooooo demais aqui viu!!!!

Ale disse...

Obrigadaa pela visita amei... e pode ter certeza que farei propaganda deste blog poi vale muitoooo a pena vir aqui....
bjão até mais!!!!

Dalila disse...

Ai Nina, que história linda!!!
Como as pessoas podem abandonar um bebê tão lindo como esse por conta de uma crendice!!
Laranja, vc é linda!
E olha, vou pôr um link para essa história, pois que cortou o coração...
mil beijos, e um beijão na linda Laranja e na mamãe Diana! Ah, e obrigada pela linda frase!

BEM VINDOS!!!

Esse blog é um diário de animais e pessoas! Alguns animais falarão do seu dia a dia, outros de experiências boas ou ruins.Ou seja, sinta como os animais vislumbram esse mundo louco e maravilhoso em que vivemos.
Aproveitem, divirtam-se e fiquem à vontade para comentários, sugestões e críticas.

Clique no nosso título e veja a postagem atual!